/* */

Novas Regras PIS

Com tantas mudanças ocorrendo no país, o PIS foi mais um que sofreu algumas mudanças variáveis, essa é a dúvida de muitas pessoas que ainda não entenderam o que de fato ouve. Veja nesse artigo as novas regras PIS.

As novas regras do PIS funcionam da seguinte maneira; pessoas que tem uma renda mensal de 1 a 2 salários mínimos totalizando um valor de R$1.448,00 por mês, só irão ter direito ao PIS pessoas que teve mais de 6 meses de contribuição, ao contrário da norma anterior que funcionava com base nos 30 dias, por exemplo se você trabalha -se 30 dias neste ano você já deixaria garantido o seu abono salarial.

Novas Regras PIS

publicidade:

Novas Regras PIS

Essa nova lei para o PIS foi validada a partir do ano de 2015, ou seja, se você trabalhou 30 dias em 2014 e garantiu seu PIS ele será sacado, porém quem ainda não tinha garantido o abono salarial agora terá que trabalhar em media 6 meses para conquistar o salário extra.

A lei também diz que você terá direito ao proporcional trabalhado, por exemplo, se você trabalhou em 2015 ganhando 1200 reais durante 3 meses você vai receber cerca de 300 reais referente ao seu PIS. Veja o exemplo do cálculo.

publicidade:

– Salário 1200 X 3 meses trabalhado= 3600

– Total de salários recebido em 3 meses 3600/ 12 meses= 300 reais de PIS

[1200 X 3 = 3600/ 12 = 300 R$]

Pela as novas regras PIS o trabalhador continua tendo direito ao benefício, porém você só recebe o proporcional aos tempos de serviço trabalhado, para receber o PIS no valor total de um salário mínimo você precisa trabalhar 12 meses.

É importante ressaltar que as novas medidas tomada em cima do PIS iniciou seu ciclo no ano de 2016, dispensando as regras aplicadas de 2014 para 2015.

Com essas mudanças fica difícil cada colaborador receber um abono salarial de um salário mínimo, pois para que isso ocorra cada ano referente ao PIS o trabalhador devera ter no mínimo 12 meses trabalhado.

Novas Regras do PIS PASEP 2017

As novas regras para o PIS foram criadas em junho de 2015, mas apenas irão surtir efeito começaram a surtir efeito no ano de 2016. Essas medidas trabalhistas implantadas pelo governo federal têm como objetivo reduzir o déficit da Previdência e economizar cerca de 0,3% do PIB.

Lembrando que o PIS tem como um dos objetivo financiar o pagamento do seguro-desemprego e abono salarial de trabalhadores de empresas públicas ou privadas. O PIS ainda pode ser sacado em caso de aposentadoria, morte ou doenças graves.

O PIS é administrado pelo Ministério da Fazenda, sendo a Caixa Econômica Federal responsável pelo pagamento do benefício ao trabalhador.

As novas normas, portanto, para receber o PIS ficaram mais rigorosas e atinge os trabalhadores que irão necessitar do benefício em casos de seguro-desemprego, abono salarial e pensão por morte.

Fique atento às novas medidas para o PIS para não correr o risco de perder o direito ao benefício. Acompanhe as mudanças, a seguir.

Mudanças para o recebimento do PIS

No caso do PIS para seguro-desemprego, o empregado de empresa pública ou privada, agora, terá de trabalhar um ano e meio para ter direito ao benefício. No caso de solicitar o PIS pela segunda vez, nesse caso, terá de ter trabalhado ao longo de 12 meses seguidos. Já na terceira solicitação, ainda vale a regra dos seis meses.

Se for solicitar o PIS para abono salarial, equivalente a um salário mínimo pago anualmente aos trabalhadores com remuneração mensal de até dois salários mínimos, o trabalhador somente terá direito ao benefício se exerceu atividade remunerada por três meses ininterruptos. Na regra anterior do PIS, o trabalhador tinha direito ao valor, no caso de apena 30 dias de atividade remunerada, com carteira assinada, no ano anterior. O abono salarial também será pago de maneira parcial, proporcional aos meses trabalhados, e não mais integral.

No caso de receber o PIS para pensão por morte, a nova regra exige pelo menos 24 meses e contribuição do segurado para que os dependentes obtenham o recurso. Na regra anterior, não havia determinação de período mínimo.

Nesses casos, o trabalhador deve ter cadastro de cinco anos de PIS.

Para recebimento do PIS, é preciso seguir até uma agência da Caixa Econômica Federal, levando o número de inscrição do PIS, documento de identificação. O trabalhador que tiver o cartão cidadão, com senha cadastrada, pode fazer o saque em caixas de autoatendimento e até agencias lotéricas.

Consulte um dos nossos especialistas em PIS

O PIS é um recurso social muito importante disponível para trabalhadores e deve ser de conhecimento de todos os brasileiros. Muitos trabalhadores acabam perdendo o recurso, de direito, por falta de informação.

Portanto, se tiver alguma dúvida sobre o recebimento do PIS (Programa de Integração Social), em diferentes casos, temos uma equipe especializada no assunto, pronta para te atender.

Consulte um de nossos especialistas em PIS para auxiliá-lo sobre como obter o benefício. Não deixe, ainda, de registrar o seu comentário ou dúvida, no espaço abaixo.

A crise pode prejudicar o recebimento benefício do PIS?

Com essas mudanças nas regras para adquirir o PIS muitas trabalhadores foram prejudicados neste período de 2015 para 2016, pois a crise está tanta que será difícil ate mesmo arrumar emprego para garantir o PIS do próximo ano, segundo informações essa mudança foi feita a fim de diminuir o rombo que a economia do país tem sofrido nesses últimos dias.

Então se você é registrado no PIS saiba que a partir de 2016 as regras da casa é outra e possivelmente deixará muito trabalhador abatido com essas novas regras, em meio essa mudanças até mesmo o calendário de pagamento também sofreram algumas alterações, e isso também já esta dando impacto na vida de muitos trabalhadores que estava na expectativa de ter um salário extra para aliviar as contas em meio a essa crise que o país passa no momento.

As novas regras para o PIS irão atingir diversos trabalhadores em 2016, portanto, fique atento às modificações. Com as novas regras para o recebimento do PIS (Programa de Integração Social), do governo federal, muitos brasileiros deixarão de contar com o benefício.

Calendário PIS 2017

Aniversário
Pode Sacar em: Até:
Julho 28/07/2016 30/06/2017
Agosto 18/08/2016 30/06/2017
Setembro 15/09/2016 30/06/2017
Outubro 14/10/2016 30/06/2017
Novembro 21/11/2016 30/06/2017
Dezembro 15/12/2016 30/06/2017
Janeiro e Fevereiro 19/01/2017 30/06/2017
Março e Abril 16/02/2017 30/06/2017
Maio e Junho 16/03/2017 30/06/2017

 

Deixe um comentário!

publicidade: